ITC Vertebral

Blog ITC

Espondilólise

Hoje, você vai saber um pouco mais sobre a espondilólise, uma condição que é mais comum em adultos jovens e adolescentes, embora possa afetar pessoas de todas as idades. Descubra a seguir o que é essa condição, quais são as causas, como é o diagnóstico e como ela pode ser tratada.

O que é espondilólise?

A espondilólise é uma condição que afeta a coluna vertebral que caracteriza-se por uma falha estrutural ou por lesão por estresse das vértebras. Consequentemente, ela pode levar à dor e à rigidez das costas. A espondilólise pode ser causada por vários fatores, inclusive lesões, uso excessivo ou anomalias congênitas. Cuidado para não confundir espondilólise com outra condição de nomenclatura parecida, a espondilolistese.

Afinal, o que é espondilolistese?

Diferente da condição que estamos dando destaque nesse artigo, a espondilolistese ocorre quando uma das vértebras escorrega para fora do lugar. As causas para o surgimento dessa condição são diversas. Alguns exemplos são complicações cirúrgicas ou o desgaste e sobrecarga da coluna vertebral. Essa condição, na maior parte dos casos, pode ser manejada através de uma forma não cirúrgica com fisioterapia conservadora.

tipos de vértebra

Quais são as causas da espondilólise?

A causa exata da espondilólise é desconhecida, mas pensa-se que seja causada por uma combinação de fatores genéticos e ambientais. A espondilólise é mais comum em pessoas que participam de atividades que colocam tensão na coluna vertebral, tais como ginástica, futebol e halterofilismo. É também mais comum em pessoas com certas anomalias congênitas, tais como mudanças na estrutura das vértebras ou ligamentos.

homem com espondilóise

Qual é o diagnóstico da Espondilólise?

A espondilólise é geralmente diagnosticada através de uma combinação de exame físico e testes de imagem, tais como raios X, tomografia computadorizada ou ressonância magnética. Uma cintilografia óssea também pode ser usada para confirmar o diagnóstico.

Qual é o tratamento da Espondilólise?

O objetivo do tratamento da espondilólise é aliviar a dor e restabelecer o funcionamento normal. O tratamento normalmente envolve uma combinação de repouso, gelo e fisioterapia. Em casos graves, a cirurgia pode ser necessária para corrigir o problema.

Tratamento conservador do ITC Vertebral

O ITC Vertebral é uma clínica especializada em dores e lesões em toda a coluna vertebral. Oferecemos um programa de fisioterapia completo, onde o objetivo é aliviar a dor, melhorar a mobilidade e restaurar o funcionamento normal das articulações.

O ITC Vertebral oferece um ambiente seguro e acolhedor, onde os pacientes se sentem à vontade para tratar qualquer problema na coluna. A partir do diagnóstico feito, o primeiro passo para o tratamento é sempre o conservador, ou seja, tratamos sem cirurgia.

A cirurgia é feita somente na minoria dos casos, e apenas se o tratamento conservador não apresentar resultados.

O ITC Vertebral utiliza abordagens que respeitam os sinais e sintomas do paciente para seguir com os critérios de tratamento.

O tratamento a longo prazo pode envolver:

  • Osteopatia – técnica de tratamento fisioterapêutico que se baseia no diagnóstico diferencial e tem como ênfase principal a integridade estrutural e funcional do corpo.

fisioterapeuta executando osteoparia

  • Fisioterapia manual – O objetivo das técnicas manuais é devolver a funcionalidade e a biomecânica das estruturas sem causar danos ao paciente, restaurando o movimento máximo e indolor do sistema musculoesquelético no equilíbrio postural.

fisioterapeuta executando motivmentos de fisioterapia manual

  • McKenzie: Técnica que encontra a preferência de movimento do paciente. Ela analisa o quadro e ajuda a reconhecer os exercícios específicos que mais ajudam no alívio das dores. Isso acontece com a participação ativa do paciente, que aprende comportamentos para o dia a dia.

fisioterapeuta executando técnica McKenzie

  • Mesa de Tração – quando indicada, possibilita uma descompressão com cargas controladas.

paciente em mesa de tração

  • Mesa de Flexo-Descompressão – possibilita que o fisioterapeuta tenha total controle sobre a mobilidade da coluna vertebral do paciente, permitindo os movimentos de flexão, extensão, lateralização e rotação.

paciente em mesa de flexo-descompressão

  • Técnicas de fortalecimento muscular: Elaboramos um programa de fortalecimento muscular específico para cada tipo de sintoma e diagnóstico.

fisioterapeuta indicando técnicas de fortalecimento muscular

Nós oferecemos a você uma recuperação completa e segura, com tecnologia avançada para você alcançar mais qualidade de vida.

Sobre o autor