Exercícios Para Escoliose 

A escoliose é um problema na coluna que afeta um grande número de pessoas. Inclusive, essas pessoas sofrem com dores e acreditam que não podem fazer nenhum exercício, o que não é verdade. 

Agendar sua Avaliação

Existem exercícios específicos para quem tem escoliose, que podem ajudar e não piorar o quadro que o paciente tem. Vamos saber mais sobre isso. 

O Que É Escoliose?

mulher com escoliose na coluna e dores

A escoliose é uma patologia muito comum da coluna que precisa ser corrigida.

A escoliose é uma patologia comum em jovens e que, se não tratada adequadamente, poderá trazer muitos problemas no futuro. 

De fato, a escoliose representa uma patologia que resulta da curvatura anormal da coluna para um dos lados do corpo, causada pela rotação das vértebras. 

Pode-se observar tal deformidade olhando a pessoa de costas, a qual apresenta a coluna formando um C ou um S. 

Agendar sua Avaliação

Tipos De Escoliose

Existem, basicamente, dois tipos de escoliose: a estrutural ou funcional. 

O primeiro tipo, escoliose estrutural, é congênita, ou seja, vem desde o nascimento ou quando a pessoa é muito jovem e é geralmente irreversível, sendo associada a outras patologias. 

Já na escoliose funcional, a estrutura das vértebras permanece inalterada, sendo a escoliose o resultante de desajustes no organismo, geralmente musculares e que tem tratamento. 

Em geral, a escoliose tem caráter hereditário e genético, afetando muito adolescentes durante o período de maior crescimento, denominado surto de crescimento, atingindo mais meninas do que meninos. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a causa da escoliose em 80% dos casos não pode ser determinada. 

Como consequência da escoliose, o paciente pode apresentar alguns sinais típicos, como desalinhamento dos ombros, encurtamento de um dos membros, apresentando desnível em relação ao outro lado, mamilos assimétricos, costelas e escápulas mais proeminentes em um dos lados. 

É sempre importante citar que, no caso de escolioses em adolescentes, quanto antes for feito o diagnóstico e iniciado o tratamento, melhor. 

Causas De Escoliose

mulher fazendo ioga

Praticar ioga pode ajudar na postura e evitar a escoliose.

A maioria dos casos de escoliose é idiopática, ou seja, não é possível determinar ao certo qual a sua causa. 

Mas dentre os casos em que a determinação da causa é possível, as principais causas podem ser: 

  • Alterações ósseas, musculares ou neurológicas do organismo; 
  • Postura inadequada, frequente e por tempo prolongado; 
  • Obesidade; 
  • Tumores; 
  • Atividade física realizada de maneira inadequada; 
  • Sedentarismo; 
  • Tabagismo.

Diagnóstico

Um exame clínico apurado deve ser realizado, observando o paciente de frente, de costas e pelos lados. Além disso, exames de imagem como radiografias podem ser solicitados para auxiliarem no diagnóstico. 

A radiografia também é importante para verificar o posicionamento das vértebras, se há desgaste e medir a curvatura da coluna. 

No caso específico de crianças e adolescentes, existe um teste específico denominado Teste De Adams, que nada mais é do que a flexão do tronco para frente e para baixo, para deixar visível a curvatura da coluna. Esse teste é bastante útil para o diagnóstico precoce. 

Tratamento Para Escoliose

mulher fazendo exercícios para escoliose no pilates

Certos exercicios para escoliose pode ajudar no tratamento.

Quando diagnosticada, a escoliose deve ser primeiramente tratada de modo conservador. Quando possível, é importante que a causa seja identificada, para que a doença de base também seja tratada. Por exemplo, no caso de obesidade é imprescindível que o paciente perca peso para melhora do quadro. 

De fato, o tratamento conservador envolve fisioterapia, com Reeducação Postural Global. No caso de presença de dor, o tratamento conservador também envolve a prescrição, pelo especialista, de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos. 

O tratamento cirúrgico só deve ser uma opção em casos em que o tratamento conservador não foi efetivo e em pacientes adultos, com curvaturas superiores a 50 º, associados a outros sintomas como dor forte e comprometimento de outros órgãos, como o pulmão.

Cuidado E Prevenção De Escoliose

Alguns cuidados são importantes para o paciente que já tem, bem como alguém que queira evitar, a escoliose, tais como: 

1 – Manter-se dentro do peso ideal para sua altura;

2 – Não fumar; 

3 – Praticar atividades físicas sempre com a orientação de um profissional; 

4 – Alongar-se e não se manter em uma mesma posição por muito tempo; 

5 – Evitar o sedentarismo.

Exercícios Para Escoliose

exercícios para escoliose de pilates

Há vários exercícios para escoliose que podem ser feito com aulas de pilates.

Existem diversos exercícios indicados para quem tem escoliose, justamente porque fortalecem a musculatura da coluna e do abdômen e não pioram a curvatura. 

Dentre esses exercícios, o Pilates é bastante indicado, pois permite melhorar a flexibilidade, sem causar maiores danos às vértebras. 

Além deles, existem outros exercícios que podem ser realizados para quem tem escoliose, com o objetivo de fortalecer a musculatura e aliviar a dor. 

A seguir, descrevemos 3 exercícios simples que podem ser feitos para aliviar a dor e que auxiliam o fortalecimento da musculatura. 

1 – Aviãozinho

Mantenha-se em pé. Em seguida, flexione o tronco para frente, com os braços abertos na direção dos ombros e uma perna elevada para trás. Mantenha o equilíbrio, ficando na posição por pelo menos 20 segundos. 

Depois, faça o mesmo movimento para o outro lado, com a outra perna.

2 – Prancha Lateral

Exercício excelente de fortalecimento do abdômen. Deite-se de lado, deixando um cotovelo abaixo do ombro. A seguir, eleve o quadril, mantendo o braço de cima elevado. Fique na posição por 10 segundos e depois repita com o outro lado.

3 – Perdigueiro

Exercício que trabalha a coordenação e a musculatura. Fique na posição denominada de 4 apoios e eleve um braço e a perna oposta. Mantenha a posição por alguns segundos e depois execute com o lado contrário, sempre elevando o braço e a perna oposta. 

Além disso, é sempre importante realizar alongamentos, que podem ser feitos deitados de costas, abraçando as pernas e esticando pernas e quadril. Os alongamentos são importantes porque auxiliam a relaxar a musculatura contraída, o que melhora o quadro de dor. 

Existem exercícios específicos que cada fisioterapeuta poderá passar, dependendo do grau de escoliose apresentada e o nível de dor do paciente. É sempre importante lembrar que a melhora da dor é fundamental, uma vez que o paciente não conseguirá fazer nenhum exercício em casos agudos de dor. 

Assim, a fisioterapia também tem técnicas de melhora de quadros de dor, como estimulação elétrica, massagens e liberação miofascial, que podem ser utilizadas dependendo do quadro do paciente. 

Conclusão 

Ter escoliose pode trazer um quadro de dor e incômodo. Assim, o diagnóstico correto e tratamento adequado são fundamentais. 

Existem alguns exercícios que podem aliviar a dor sentida pelo paciente e a fisioterapia é fundamental para a melhora do quadro.

Agendar sua Avaliação

Todo o conteúdo deste website é produzido e de reponsabilidade da equipe que compõe o ITC Vertebral.
Iniciar Conversa!
👋 Olá, como podemos lhe ajudar?
Olá! 👋 Como podemos lhe ajudar?