ITC Vertebral

Blog ITC

Nodulos de Schmorl: O que é, é grave? Quais os tratamentos

Embora o nome possa causar preocupação, nódulos de Schmorl são lesões benignas da coluna vertebral. De fato, são hérnias de disco que crescem para dentro da vértebra.

Leia mais sobre isso!

O que é Nódulo de Schmorl?

Os Nódulos de Schmorl também recebem o nome de hérnias intrassomáticas de Schmorl. São caracterizadas pela inversão no sentido da herniação.

Mas, como assim?

Em uma hérnia de disco convencional, a alteração ocorre na área externa à vértebra. Já no nódulo de Schmorl, a formação do nódulo ocorre no corpo da vértebra.

De fato, os nódulos de Schmorl podem ocorrer em qualquer ponto da coluna vertebral, mas são mais comuns na região de maior impacto na coluna, a região lombar.

Podem também ser encontrados no final da coluna, já na região sacral.

Os nódulos de Schmorl geralmente são assintomáticos e são descobertos incidentalmente em exames de imagem, como radiografias ou ressonâncias magnéticas da coluna vertebral.

No entanto, em alguns casos, eles podem causar dor nas costas ou sintomas associados à compressão das estruturas adjacentes, como nervos ou raízes nervosas.

Nódulo de Schmorl é grave? É câncer? Precisa de cirurgia?

Nódulo de Schmorl não é uma patologia grave.

Nódulo de Schmorl não é uma patologia grave. É uma lesão benigna, portanto, não é câncer. Somente os casos mais severos têm recomendação cirúrgica. A maioria desses nódulos são lesões assintomáticas que não precisam de tratamento.

Sintomas

Nem sempre os nódulos de Schmorl são sintomáticos, ou seja, muitas pessoas podem tê-los sem apresentarem sintomas.

Mas, quando há processos inflamatórios ou esses nódulos atingem nervos, os sintomas aparecem.

Além da dor na região do nódulo, outros sintomas podem também estar presentes, tais como perda de mobilidade e maior dificuldade de executar atividades simples do dia a dia, por exemplo. 

Além da dor na região do nódulo, outros sintomas podem também estar presentes, tais como perda de mobilidade e maior dificuldade de executar atividades simples do dia a dia, por exemplo.

Causas do Nódulo de Schmorl

As razões que envolvem o aparecimento dos nódulos de Schmorl ainda são um mistério.

As razões que envolvem o aparecimento dos nódulos de Schmorl ainda são um mistério. Porém, geralmente, os nódulos vêm associados ao processo de envelhecimento da coluna, bastante comuns em pacientes com mais de 50 anos.

Outras razões que levam ao desenvolvimento desses nódulos são traumas repetidos na região, alteração genética durante a formação das vértebras no período da gestação.

Ainda assim, podemos citar como possíveis causas alterações anatômicas congênitas e inflamações decorrentes de reações auto imunes do organismo.

Consulta e Diagnóstico

As radiografias podem ajudar no diagnóstico dos nódulos de Schmorl.

As radiografias podem ajudar no diagnóstico dos nódulos de Schmorl.

Geralmente, o paciente busca o diagnóstico quando os sintomas dolorosos aparecem. Através de exames de imagem, tais como radiografias ou ressonância magnética, o diagnóstico é feito.

No caso de suspeita de patologias mais severas, exames de sangue também podem ser solicitados. Além disso, a avaliação física do paciente também é importante, sobretudo sobre a qualidade de sua mobilidade.

Tratamento

No caso de nódulo de Schmorl assintomático, não há necessidade de tratamento. Porém, quando a dor está presente, o tratamento deve ser focado em primeiramente remover a dor e em segundo, melhorar as condições do paciente.

É possível prevenir nódulos de Schmorl?

Não é possível prevenir o surgimento desses nódulos, visto que as razões pelas quais eles aparecem ainda não são claras.

O que se deve fazer é prevenir o desgaste e problemas da coluna, bem como procurar realizar atividade física permanente e programas de fortalecimento dos músculos da coluna vertebral.

mulher praticando piltates

Patologias da coluna podem ser bastante incômodas e trazer prejuízo à vida do paciente que demora em procurar o diagnóstico correto, sofrendo por muito tempo com dor crônica.

Porém, é importante ressaltar que no caso dos nódulos de Schmorl, a doença por si só não evolui negativamente, sendo a maioria dos casos assintomáticos que não necessita de tratamento.

Mas, no caso de dor, é essencial que o paciente procure um fisioterapeuta especialista, siga as recomendações e invista no tratamento fisioterapêutico para melhorar sua qualidade de vida.

Tratamento conservador do ITC Vertebral

O ITC Vertebral é uma clínica especializada em dores e lesões em toda a coluna vertebral. Oferecemos um programa de fisioterapia completo, onde o objetivo é aliviar a dor, melhorar a mobilidade e restaurar o funcionamento normal das articulações.

O ITC Vertebral oferece um ambiente seguro e acolhedor, onde os pacientes se sentem à vontade para tratar qualquer problema na coluna. A partir do diagnóstico feito, o primeiro passo para o tratamento é sempre o conservador, ou seja, tratamos sem cirurgia.

A cirurgia é feita somente na minoria dos casos, e apenas se o tratamento conservador não apresentar resultados.

O ITC Vertebral utiliza abordagens que respeitam os sinais e sintomas do paciente para seguir com os critérios de tratamento.

O tratamento pode envolver:

Osteopatia

técnica de tratamento fisioterapêutico que se baseia no diagnóstico diferencial e tem como ênfase principal a integridade estrutural e funcional do corpo.

fisioterapeuta executando osteoparia

Fisioterapia manual

O objetivo das técnicas manuais é devolver a funcionalidade e a biomecânica das estruturas sem causar danos ao paciente, restaurando o movimento máximo e indolor do sistema musculoesquelético no equilíbrio postural.

fisioterapeuta executando motivmentos de fisioterapia manual

McKenzie

Técnica que encontra a preferência de movimento do paciente. Ela analisa o quadro e ajuda a reconhecer os exercícios específicos que mais ajudam no alívio das dores. Isso acontece com a participação ativa do paciente, que aprende comportamentos para o dia a dia.

fisioterapeuta executando técnica McKenzie

Mesa de Tração

Quando indicada, possibilita uma descompressão com cargas controladas.

paciente em mesa de tração

Mesa de Flexo

Descompressão – possibilita que o fisioterapeuta tenha total controle sobre a mobilidade da coluna vertebral do paciente, permitindo os movimentos de flexão, extensão, lateralização e rotação.

paciente em mesa de flexo-descompressão

Técnicas de fortalecimento muscular

Elaboramos um programa de fortalecimento muscular específico para cada tipo de sintoma e diagnóstico.

fisioterapeuta indicando técnicas de fortalecimento muscular

 

Nós oferecemos a você uma recuperação completa e segura, com tecnologia avançada para você alcançar mais qualidade de vida.