O Que É Retrolistese?

Retrolistese é o deslocamento de uma vértebra para trás. A palavra listese significa deslizamento. Esse processo acontece quando geralmente há algum problema no disco intervertebral. 

Agendar sua Avaliação

O termo mais utilizado é espondilolistese, que significa deslizamento da vértebra, uma sobre a outra. Se esse deslocamento é em sentido anterior, então o termo anterolistese é utilizado. Se para trás, retrolistese. 

O local mais comum em que acontece retrolistese é entre as vértebras L4 e L5, na região lombar da coluna. 

Há diversas causas para retrolistese e seu tratamento é importante para que não haja piora do quadro. 

Causas De Retrolistese

esquema mostrando vertebras com Retrolistese

Existem diversas causas para ocorrer a Retrolistese

Existem diversas causas para a retrolistese. 

Agendar sua Avaliação
  • Envelhecimento; 
  • Má formação vertebral; 
  • Traumas ou acidentes na região; 
  • Discopatias; 
  • Doença óssea ou tumor. 

Tipos De Retrolistese 

A retrolistese pode ser dividida em diferentes graus, conforme o acometimento. O Grau I representa 25% de deslizamento, Grau II 50% de deslizamento, Grau III 75% e Grau IV deslizamento total da vértebra. 

Sintomas Da Retrolistese 

Dependendo do grau da retrolistese, os sintomas variam. Graus mais simples podem até ser assintomáticos. 

Em casos mais graves, há dor localizada na região da retrolistese, sendo mais comum na região lombar. Além disso, a dor pode irradiar para membros inferiores, dependendo se nervos são comprimidos. 

A dor piora quando o paciente fica muito tempo em pé. E pode haver claudicação, que é o ato de mancar. 

Diagnóstico De Retrolistese 

O diagnóstico de retrolistese envolve escutar o relato do paciente e como é a dor que ele sente. Não é um diagnóstico difícil e exames de imagem simples, como raios-X, ajudam o profissional médico ortopedista no diagnóstico. 

Dependendo do caso, podem ser necessários outros exames, como tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética. 

Complicações Da Retrolistese 

A retrolistese pode trazer problemas quando não tratada, pois com o deslocamento parcial ou total da vértebra, há a possibilidade de compressão de terminações nervosas na região, o que gera quadros agudos de dor no paciente. 

Entre os nervos mais afetados por retrolistese lombar está o nervo ciático, o que faz com que a dor acabe irradiando para a região posterior da coxa.

Tratamento Para Retrolistese 

pessoa em consultório conversando com médico para tratar a Retrolistese

O tratamento para a retrolistese depende do grau do deslizamento da vértebra.

O tratamento para retrolistese depende muito do grau de deslizamento. 

O tratamento conservador é sempre indicado para casos mais simples de deslizamento. Porém casos mais graves podem ter indicação cirúrgica. 

O tratamento conservador inclui acompanhamento fisioterápico e prescrição de medicação analgésica, conforme o caso, pelo médico ortopedista. 

No caso da fisioterapia, é importante o fortalecimento muscular. Exercícios para mobilidade e terapia manual. É importante que esses exercícios sejam sempre coordenados ou supervisionados por profissionais. 

Cirurgia Para Retrolistese 

A cirurgia é indicada em casos mais severos de deslizamento, sobretudo quando o tratamento conservador não apresentou bons resultados e o indivíduo apresenta quadros agudos de dor frequentes. 

Após a cirurgia, sessões de fisioterapia também são indicadas para que o paciente possa voltar, em breve, às suas atividades rotineiras. 

Retrolistese Tem Cura? 

A cura depende de quão rápido é feito o diagnóstico. 

Dependendo do caso, o tratamento cirúrgico pode resolver o problema. O tratamento conservador impede que o paciente siga sentindo dor e que o quadro piore. 

Exercícios Para Retrolistese 

Exercícios físicos podem fazer parte da vida diária de quem tem retrolistese, justamente para melhorar a qualidade de vida do paciente. 

Sempre a série de exercícios deve ser supervisionada por um profissional. 

Prognóstico De Retrolistese 

É importante que o diagnóstico da retrolistese seja feito o quanto antes, para que o tratamento ideal seja estabelecido. 

Há pessoas que poderão conviver sem grandes problemas com a retrolistese. 

Em casos mais graves, em que a cirurgia for indicada, é importante que o paciente tenha os cuidados pós-operatórios corretos e que faça a fisioterapia pós-cirúrgica. 

No caso de atletas de esporte de alto impacto na região, é necessário considerar a possibilidade de abandonar o esporte, mas tudo depende muito do caso.

Prevenção 

Não existe uma única prevenção específica, porém alguns cuidados podem ajudar a prevenir o problema. 

Ter hábitos de vida saudáveis, mantendo-se com prática de atividade física.

 

 

Agendar sua Avaliação

Todo o conteúdo deste website é produzido e de reponsabilidade da equipe que compõe o ITC Vertebral.