30/08/19 11:45 Protrusão discal ITC Vertebral Protrusão discal

Protrusão discal

Para que se constitua em hérnia, a protrusão discal deve ir além da abertura natural do invólucro, cobertura, membrana, músculo ou osso; ou rompê-lo. Essa é a diferença entre protrusão discal e hérnia de disco. Na chamada protrusão discal, o disco não rompe o anel fibroso. Na hérnia discal ocorre ruptura do anel fibroso em volta do disco intervertebral e projeção do disco além desse anel, saindo da cavidade que o contém.

SINTOMAS DA PROTRUSÃO DISCAL

protrusão-discal

Esta lesão é caracterizada por uma dor local, que pode ser intensificada durante o ato de tossir e espirrar, pelo espasmo da musculatura paravertebral e antalgia da coluna lombar. Quando ocorre pressão nas raízes nervosas vertebrais, cria-se uma dor que se irradia pela perna. Essa compressão nervosa pode acarretar déficit de força muscular nos membros inferiores

Dentre os efeitos que sinalizam a protrusão discal, podemos citar: Parestesias (formigamento) com ou sem dor na coluna, geralmente com irradiação para membros inferiores ou superiores, podendo também afetar somente as extremidades (pés ou mãos).

CAUSAS DA PROTRUSÃO DISCAL

As causas da protusão discal podem ser várias.
As causas da protusão discal podem ser várias.
  • Exposição à vibração por longo prazo;
  • Levantamentos de peso com frequência;
  • Algumas profissões, como dirigir.

Cargas compressivas repetitivas colocam a coluna em uma condição pior para sustentar cargas mais altas, aplicadas diretamente após a exposição à vibração por longo período de tempo, tal como dirigir por diversas horas.

Fatores ocupacionais que aumentam os riscos de dor lombar:

  • Trabalho físico pesado
  • Postura de trabalho estática
  • Inclinar e girar o tronco frequentemente
  • Levantar, empurrar e puxar pesos
  • Trabalho repetitivo
  • Questões psicológicas e psicossociais

DIAGNÓSTICO E EXAME

O diagnóstico da protrusão discal pode ser feito clinicamente, levando em conta as características dos sintomas e o resultado do exame neurológico. Exames, como raio-x, tomografia e ressonância magnética, ajudam a determinar o tamanho da lesão e em qual exata região da coluna está localizada.

PROTRUSÃO DISCAL TEM CURA?

Como a protusão discal não tem cura o ideal é fazer exercicios como yoga e pilates para aliviar as dores.
Como a protusão discal não tem cura o ideal é fazer exercicios como yoga e pilates para aliviar as dores.

Normalmente, o problema não tem cura. Mas o tratamento correto ajuda no controle dos sintomas e consequente evolução da doença.
Pacientes que se submetem ao tratamento no início do diagnóstico possuem chances aumentadas de terem uma maior qualidade de vida.

A realização de um programa de pós-tratamento (especialmente com a RPG ou o Pilates), também garante muitos benefícios, evitando, inclusive, as crises de dores.

Entende-se, portanto, que o objetivo do tratamento em pacientes com protrusão discal é melhorar a estabilidade da coluna vertebral, a fim de prevenir os sintomas e progressão da doença. O paciente pode conviver bem com o problema, sem as dores e outros incômodos característicos.