Tudo sobre Artrodese de coluna

25/jul Por Helder Montenegro Revisão 25/jul - 2022

Artrodese é um termo que significa “fusão conjunta” e pode ser realizada em qualquer parte do corpo, como mãos, pés, tornozelo ou joelho. Portanto, artrodese da coluna se trata de um procedimento cirúrgico, entre duas ou mais vértebras da coluna vertebral.

A causa mais comum para o procedimento da artrodese da coluna é o trauma (pancada), mas também pode ser causada por condições degenerativas, como artrite. A dor é um dos sinais mais comuns para quem precisa fazer a artrodese, portanto, é essencial uma avaliação de um profissional especialista para fazer um diagnóstico seguro.

No artigo de hoje, vamos entender como essa cirurgia é feita e o que deve ser feito para prevenir o problema através do método conservador, ou seja, sem cirurgia.

Artrodese da coluna: o que é?

Como citado anteriormente, a artrodese é um procedimento cirúrgico, feito para aliviar a dor e melhorar a estabilidade espinhal do paciente. O objetivo da cirurgia é fundir (unir) duas ou mais vértebras, usando hastes metálicas, parafusos, e/ou enxertos ósseos.

Agendar sua Avaliação

Isto limita o movimento entre as vértebras fundidas e reduz instabilidade espinhal e dor. A cirurgia geralmente é considerada quando outros tratamentos conservadores, como fisioterapia, medicação para a dor e injeções na coluna vertebral, não conseguirem proporcionar alívio.

Contudo, existem alguns riscos associados a esta cirurgia que devem ser discutidos com o seu fisioterapeuta antes de prosseguir.

Estes riscos incluem infecção, perda de sangue, danos na medula espinhal ou nos nervos, e reação à anestesia.

Quando a artrodese é indicada?

É feita muitas vezes feita para tratar:

  • Instabilidade da coluna vertebral;
  • Dores fortes que não respondem a outros tratamentos, como medicação e fisioterapia;
  • Deformidades na coluna vertebral, como escoliose;
  • Certos tipos de fraturas;
  • Tumores na coluna vertebral.

A artrodese é geralmente considerada quando todas as outras opções de tratamento conservador, como medicação e fisioterapia não apresentam resultados.

Os tipos de artrodese da coluna

Existem dois tipos de artrodese:

Artrodese lombar geralmente é dividida em dois grupos:

  • Artrodese póstero-lateral – onde é realizado uma incisão posterior na região lombar;
  • Artrodese intersomática – onde é inserido um objeto de metal entre as vértebras, que substitui o disco intervertebral.

Artrodese cervical – procedimento cirúrgico de fixação entre duas ou mais vértebras da coluna cervical.

Quais são os sintomas?

O principal sintoma é a dor, que pode ser:

  • Localizada – apenas numa área ;
  • Referido – feltro noutra zona do corpo, como por exemplo, as pernas;
  • Radicular – causada por pressão sobre os nervos espinhais;

Como é feita a decisão para a realização da artrodese?

Um historial clínico completo e o exame físico será realizado pelo seu especialista. No exame físico ele avaliará a sua postura, alinhamento espinhal, amplitude de movimento e força muscular.

Ele/ela também testará as alterações de sensação ou dormência nas suas extremidades.

Testes de imagem, como raios-x, tomografia computorizada (TC) e ressonância magnética (MRI), também podem ser encomendadas para ajudar a diagnosticar a instabilidade ou deformidade da coluna vertebral.

Mas exceto em casos em que há risco de progressão que causaria danos severos ou há um risco iminente, a decisão da cirurgia só o ocorre após a falha do tratamento conservador. A maior parte dos casos, quando tratados de forma correta, não precisarão evoluir para a cirurgia.

Como é feito o tratamento?

O objetivo do tratamento é aliviar a dor e melhorar a estabilidade da coluna vertebral. As opções de tratamento variam dependendo da gravidade dos sintomas e podem incluir:

  • Modificação da atividade – evitar atividades que agravam a sua dor, como se curvar;
  • Fisioterapia – para ajudar a melhorar a amplitude de movimento, força muscular e flexibilidade. Um fisioterapeuta pode ensinar como realizar corretamente as atividades da vida diária e utilizar a mecânica corporal adequada;
  • Medicamentos – podem ser recomendados medicamentos de venda livre ou medicamentos para a dor sujeitos a receita médica;
  • Injeções – injeções espinhais, como injeções de esteroides epidurais ou bloqueios das raízes nervosas, podem ser recomendadas para ajudar a aliviar a dor.

Porque a fisioterapia é importante no tratamento da artrodese da coluna?

A fisioterapia é essencial no pós operatório da artrodese, ajudando nos seguintes aspectos:

  • Redução da dor;
  • Melhorar o alcance do movimento;
  • Aumentar a força e a resistência ;
  • Diminuir os espasmos.

Quando devo consultar um fisioterapeuta?

Você deve procurar atenção médica se experimentar alguma das seguintes situações:

  • Dor persistente que não responde ao tratamento domiciliário;
  • Entorpecimento ou formigamento nas extremidades;
  • Fraqueza nas suas extremidades;
  • Perda de controle do intestino ou da bexiga.

Se sentir algum destes sintomas, contate o seu fisioterapeuta para marcar uma consulta. A artrodese da coluna é uma condição que requer cuidados adequados.

ITC Vertebral

O ITC Vertebral é uma clínica especializada em coluna vertebral, e oferece um programa de fisioterapia completo para a dores na coluna e também para a recuperação de procedimentos cirúrgicos na mesma, onde o objetivo do programa é aliviar a dor, melhorar a mobilidade e restaurar o funcionamento normal da articulação.

O ITC Vertebral oferece um ambiente seguro e acolhedor, onde os pacientes se sentem à vontade para tratar não apenas a artrodese da coluna, mas para tratar qualquer lesão relacionada as costas. Os casos em que é nessario cirurgia são minorias, já que o primeiro passo do nosso tratamento é sempre o conservador, ou seja, tratamos sem cirurt

O ITC Vertebral utiliza abordagens que respeita os sinais e sintomas do paciente para seguir com os critérios de tratamento, podendo envolver:

  • Osteopatia – técnica de tratamento fisioterapêutico que se baseia no diagnóstico diferencial e tem como ênfase principal a integridade estrutural e funcional do corpo;

  • Fisioterapia manual – técnicas manuais é desenvolver a funcionalidade e a biomecânica das estruturas sem causar danos ao paciente, restaurando o movimento máximo e indolor do sistema musculoesquelético postural;

  • Mesa de Tração – quando indicada, possibilita uma descompressão com cargas controladas;

  • Mesa de flexão e exercício direcional – possibilita que o fisioterapeuta tenha total controle sobre a mobilidade da coluna vertebral do paciente, permitindo os movimentos de flexão, extensão, látero-flexão e rotação;

  • Estabilização vertebral – uso do equipamento Stabilizer. Aparelho destinado a registrar as alterações e pressões que permitem detectar o movimento da coluna e suas compensações durante o exercício. Com esse equipamento é possível implantar o programa de estabilização segmentar vertebral que preconiza fortalecer os músculos que protegem a coluna, especialmente os músculos transverso abdominal e os multífidos;

Nós oferecemos a você uma recuperação completa e segura, com o melhor da tecnologia para você recuperar a sua qualidade de vida.

Conclusão

A artrodese espinhal é um procedimento cirúrgico utilizado para fundir duas ou mais vértebras. É frequentemente feito para tratar instabilidade espinhal, dores fortes, deformidades da coluna vertebral, e certos tipos de fraturas.

O objetivo do tratamento é aliviar a dor e melhorar a estabilidade da coluna vertebral. A artrodese é uma cirurgia que tem um longo tempo de recuperação, onde a fisioterapia é essencial no pós-operatório.

Portanto, é importante ser paciente e seguir as recomendações do cirurgião e do fisioterapeuta. Se sentir algum dos sintomas enumerados neste artigo, contate o seu médico ou fisioterapeuta para marcar uma consulta.

Obrigada pela leitura.

Agendar sua Avaliação

Por Helder Montenegro Revisão 25/jul - 2022
Todo o conteúdo deste website é produzido e de reponsabilidade da equipe que compõe o ITC Vertebral.