Como Aliviar Dor De Hérnia De Disco?

19/ago Por Helder Montenegro Revisão 19/ago - 2020

Corrigido por Dra. Thaís Cachuté Paradella. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, ao menos 50% da população já sentiu ou irá sentir dores nas costas, devido a dor de hérnia de disco ou não. Essas dores nas costas são a principal razão de afastamento de trabalhadores em idade produtiva pelo INSS. 

Assim, as dores nas costas são frequentes e costumam trazer muitos prejuízos aos brasileiros. 

Uma das principais razões para dores nas costas são a presença de hérnias de disco na coluna vertebral. 

Portanto, saber o que é uma hérnia de disco e como aliviar a dor de hérnia de disco é muito importante, pois esse pode ser um problema frequente e limitante na sua vida. 

O Que É Hérnia De Disco?

esquema mostrando hérnia de disco

A dor de hérnia de disco ocorre quando há inflamação do disco vetebral que sai do lugar.

Hérnia de disco é uma condição que ocorre quando o disco intervertebral, uma estrutura que serve para absorver os impactos da coluna vertebral, sai do lugar. 

A princípio, somente o núcleo pulposo começa a sair do lugar, sem rompimento da membrana (condição chamada de protrusão discal, considerada o estágio inicial da hérnia de disco), mas quando o disco sai totalmente do local, temos a hérnia de disco. 

Geralmente, o organismo tenta restabelecer o equilíbrio, com projeções ósseas. Mas o fato do disco intervertebral não estar corretamente posicionado no local, faz com que não haja o amortecimento dos impactos e atritos entre as vértebras. 

É importante lembrar que nessa região há bastante inervação. Portanto, com o deslocamento do disco e a falta de amortecimento no local, há grande probabilidade de dor na região, justamente por esse problema atingir os nervos da região da coluna. 

Sintomas De Hérnia De Disco 

O principal sintoma de alguém que apresenta hérnia de disco é a dor na região da coluna. 

Geralmente, as regiões mais atingidas por esse problema são as regiões de maior mobilidade da coluna, que são a região lombar e a região cervical. 

A dor também pode irradiar para os membros adjuntos da região afetada, ou seja, caso você tenha uma hérnia de disco na região lombar, poderá sentir formigamento, fraqueza muscular e sensibilidade nas pernas. 

Da mesma forma, se você apresenta uma hérnia de disco na região cervical, poderá sentir os mesmos sintomas, mas nos braços e pescoço. 

Diagnóstico De Hérnia De Disco 

Alguns exames de imagem podem ser solicitados, como ressonância magnética, tomografia computadorizada ou exames de raios-X, para verificar a posição das vértebras e do disco intervertebral na região. 

Juntando os dados dos exames de imagem com as informações colhidas pelo especialista através das perguntas, o diagnóstico de hérnia de disco é facilmente obtido. 

Tratamento de Hérnia De Disco

pessoa fazendo tratamento para a dor de hernia de disco com fisioterapeuta

O tratamento para aliviar a dor de hérnia de disco involve duas fases.

O tratamento de hérnia de disco envolve duas fases: a retirada do paciente da fase aguda e a fase crônica, na qual se deve procurar evitar novos episódios de dor. 

Geralmente, o que leva o paciente a buscar o diagnóstico médico imediato é um episódio de dor aguda na coluna. 

Nesse caso, podem ser prescritos alguns medicamentos como analgésicos, relaxantes musculares e anti-inflamatórios, por alguns dias, para que a dor melhore. 

Durante esse período inicial, o repouso pode até ser recomendado, mas não deve se estender por vários dias. Hoje já se sabe que quanto mais a pessoa que tem dores na coluna fica em repouso, mais vai perdendo força muscular e a dor tende a piorar. 

Portanto, se você já sente dores musculares nas costas e não buscou um tratamento adequado nem diagnóstico e acredita que ficar deitado o tempo todo vai resolver o seu problema, pelo contrário, seu problema vai piorar. 

Já na fase crônica, o objetivo é evitar que novas crises agudas surjam. Para isso, a fisioterapia é bastante importante, pois é através dela que, além do alívio da dor, é possível o fortalecimento e melhora da postura, o que certamente diminuirá as chances de uma nova crise de dor. 

Como Aliviar A Dor De Hérnia De Disco?

homem sentado em cadeira noe scritório com dor de hérnia de disco

Há várias formas de aliviar a dor de hérnia de disco.

Existem várias ações que podem ser tomadas para aliviar um quadro agudo de hérnia de disco. Lembre-se que sempre é importante buscar, primeiramente, diagnóstico médico e seguir o tratamento proposto. 

1 – Remédios para aliviar a dor de hérnia de disco 

Medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares são geralmente prescritos para alívio da dor aguda de hérnia de disco. 

A automedicação pode levar a uma série de problemas para você. Sempre consulte um especialista!

2 – Calor local 

O uso de compressas quentes ou bolsa de água quente na região da dor ajuda a aliviar o quadro. 

Isso porque o calor ajuda no relaxamento muscular, fazendo com que haja maior circulação sanguínea na região. 

Colocar compressas quentes ou uma bolsa de água quente na região com dor por pelo menos 20 minutos ajuda a aliviar bastante o processo de dor. 

A fisioterapia também possui técnicas que ajudam nesse processo, como a utilização de infravermelho e ondas curtas, que ajudam a reduzir o processo inflamatório local. 

3 – Alongamento 

Realizar pequenas sessões de alongamento ajuda a reduzir a contração muscular excessiva na região da hérnia de disco, levando ao alívio da dor. 

Para isso, é necessário realizar os movimentos com calma, sempre tendo apoio correto nas costas (pode-se usar um colchonete, por exemplo), e com a utilização de uma faixa de pano ou toalha, sempre respeitando o limite da dor. 

4 – Melhorar a postura 

Pequenos hábitos podem causar melhora na postura. Um deles é sempre observar como é a postura ao trabalhar. Quem trabalha na frente de um computador, por exemplo, deve observar se os pés têm apoio e se a coluna está alinhada, apoiada na cadeira. 

É importante ter ergonomia no trabalho, justamente para evitar lesões na coluna durante grandes períodos no qual ficamos na mesma posição. 

Outra ação é observar se quando vamos andar na rua não pegamos o celular e curvamos a cervical para olhar a tela. É importante que tenhamos postura até para consultar o celular e não devemos fazer isso enquanto estamos caminhando. 

Lembre-se sempre de manter a tela do celular na mesma altura dos olhos. 

Faça pequenas pausas no trabalho, levantando-se, andando por alguns minutos e alongando-se. Isso fará com que a musculatura da coluna não fique contraída o tempo todo. 

No caso das mulheres, devem-se evitar saltos muito altos e cruzar a perna quando se está sentada, uma vez que isso leva a uma posição não ideal da coluna vertebral. 

O uso de saltos leva ao maior impacto na região da coluna, além de alterar o centro de gravidade. Sempre opte por saltos pequenos e calçados com apoio nos calcanhares. 

5 – Fazer exercícios e manter-se dentro do peso ideal 

Uma das grandes associações que se faz com hérnia de disco é o fato de o indivíduo ser sedentário e acima do peso. 

Manter-se dentro do peso ideal para sua altura ajuda a reduzir o impacto que a coluna vertebral sofre diariamente com os movimentos. 

Portanto, controle o peso e faça atividades físicas, como caminhada, para que sua mobilidade não fique cada dia mais reduzida. 

Outro hábito saudável é procurar parar com o fumo, uma vez que o cigarro também está ligado a maiores casos de hérnias de disco e outros problemas de saúde. 

Conclusão 

É possível aliviar as dores causadas pela hérnia de disco tendo uma vida saudável, com prática de atividade física e com uma boa postura. Além disso, para quem já teve o diagnóstico e está em tratamento, sempre faça o que foi recomendado pelo especialista. 

A fisioterapia ajuda muito em casos de hérnia de disco, uma vez que alivia dores, melhora a postura e leva ao fortalecimento muscular. Invista nesse tratamento.

Por Helder Montenegro Revisão 19/ago - 2020
Todo o conteúdo deste website é produzido e de reponsabilidade da equipe que compõe o ITC Vertebral.